NOTÍCIAS – Desrespeito

NOTÍCIAS – Desrespeito

O desembargador do Tribunal Regional do Trabalho de SC, José Ernesto Manzi (foto), que na semana passada pronunciou a frase “faz esta carinha de filha da puta” no final da sustentação oral de advogada de uma das partes, emitiu uma extensa nota de esclarecimento.

Nela estão, exatamente 735 palavras, como teve a pachorra de contar o colunista Ancelmo Goes. Não está entre elas o substantivo feminino “desculpa”, que nos melhores dicionários significa clemência para com falta cometida, perdão, razão ou motivo alegado por alguém para desculpar a si mesmo ou a outrem.

Compartilhe!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.