Balneário Camboriú lançará licitação do Molhe do Pontal Norte, e por aqui a Ponta do Coral continua abandonada

Balneário Camboriú lançará licitação do Molhe do Pontal Norte, e por aqui a Ponta do Coral continua abandonada

Quanta diferença, enquanto Balneário Camboriú evolui nos quesitos de investimentos no setor de turismo para a cidade criando novos atrativos, Florianópolis, a capital do estado, continua na mesma inércia.
O que não falta são exemplos de deram certo no famoso balneário: a Marina Tedesco, turismo náutico com a vinda de grandes Transatlânticos e também com o Parque Unipraias onde as atrações são os bondinhos entre outros.
Agora na próxima sexta-feira (07), da mais um grande passo: a administração municipal irá lançar a licitação para a construção do Molhe do Pontal Norte, na foz do Rio Marambaia. A instalação do molhe deverá mudar o aspecto daquele trecho da praia.
A obra, que terá um investimento de cerca de R$ 3,6 milhões, deverá seguir os moldes do molhe da Barra Sul, um dos locais mais visitados da cidade.

Em abril desse ano, o prefeito Fabricio Oliveira recebeu do Instituto do Meio Ambiente a licença ambiental prévia para obra do molhe e a licença para a recuperação da faixa de areia da Praia Central. Em maio e junho, foram realizadas as sondagens que estipulou o volume de pedras necessárias para a construção.

Além disso, o trabalho fez um levantamento sobre as condições geológicas do local. “Agora que temos todas as licenças ambientais necessárias, estamos prontos para lançar essa licitação. Essa obra será um novo símbolo turístico para nossa cidade, que junto às ações e obras que estamos prevendo para a Região Norte irão compor um grande cenário de reurbanização que colocará essa região na vanguarda”, disse o prefeito Fabricio Oliveira.

Nesse primeiro momento será construído a parte estrutural do molhe. Numa segunda fase, será feita a urbanização do espaço e o embelezamento. A obra terá cerca de 300 metros, tem a previsão de ser feita em quatro meses e será financiada pela Caixa Econômica Federal. A obra está prevista para começar a partir de março de 2019.

Compartilhe!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.