Cesta básica de Florianópolis é a mais cara do país, segundo Dieese

Cesta básica de Florianópolis é a mais cara do país, segundo Dieese

A cesta básica de Florianópolis é a mais cara do país. O valor de R$ 450,35 foi o maior registrado entre 18 capitais pesquisadas no mês de outubro, segundo pesquisa do Departamento Intersindical de estatísticas e Estudos Socioeconômicos (Dieese). O levantamento, divulgado nesta quarta-feira (7), apresentou alta no preço da cesta em 16 capitais brasileiras.

O preço do tomate, por exemplo, subiu 111,54% nos últimos 12 meses em Florianópolis.

O Dieese também calcula o salário mínimo ideal em outubro, baseado na cesta básica mais cara, de Florianópolis. Para a manutenção de uma família de quatro pessoas, a remuneração mínima deveria ser de R$ 3.783,39, o que equivale a 3,97 vezes o salário mínimo atual, de R$ 954. O valor é maior do que foi estimado em setembro, que foi de R$ 3.658,39, ou 3,83 vezes o piso mínimo do país.

Compartilhe!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.