Congresso

Congresso

O primeiro dia do Congresso de Prefeitos organizado pela Federação Catarinense de Municípios (Fecam), conduziu os gestores municipais a troca de experiências e o compartilhamento de desafios na rotina das prefeituras.

Os prefeitos e suas equipes de gestão iniciaram as atividades com temas voltados à planejamento, tecnologia e inovação.

Experiências do Banco de Boas Práticas da Fecam, que pretendem levar de uma prefeitura para a outra cases de sucesso, foram apresentadas.

No painel “Conversa com Parlamentares”, avalizado pelos mais de 200 prefeitos presentes, o presidente da FECAM, Volnei Morastoni (MDB) acompanhado do presidente da Amosc, Rudi Sander (Progressistas), entregou um documento ao presidente do Fórum Parlamentar Catarinense, deputado Jorginho Melo (PR), solicitando aos parlamentares ações efetivas em relação ao auxílio financeiro dos municípios.
Participaram deputados federais e estaduais de Santa Catarina. Para Morastoni, o desequilíbrio nas receitas em função da recente greve vai dificultar ainda mais o fechamento das contas municipais.
A FECAM, no auge da paralisação há duas semanas, contabilizou queda de 33% na arrecadação do ICMS dos municípios.

Além da preocupação com o impacto financeiro, os prefeitos solicitaram apoio dos representantes estaduais e federais em questões como: o Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica (Fundeb); gestão básica da saúde municipal; os desafios do licenciamento ambiental e desenvolvimento econômico; dívidas dos municípios (ICMS e Saúde); além de crise e gestão dos hospitais. Por fim, o ex-jogador de futebol, Zico, palestrou sobre liderança e profissionalismo.

Compartilhe!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.