COVID-19 – Aumentam casos e mortes de covid entre candidatos

COVID-19 – Aumentam casos e mortes de covid entre candidatos

Com as campanhas eleitorais nas ruas, casos de coronavírus entre candidatos às eleições está aumentando. Pelo menos cinco capitais e várias outras cidades brasileiras registram candidatos infectados pelo vírus. Além disso, segundo o UOL, já foram registradas nove mortes de políticos que concorriam neste pleito.

Vários candidatos a prefeituras de capitais precisaram suspender as campanhas após testes positivos para Covid-19. É o caso do candidato de Florianópolis Gean Loureiro, que anunciou no feriado do dia 12 que estava com a doença e ficaria em isolamento trabalhando de casa.

Em São José, na Grande Florianópolis, o candidato Antônio Lemos chegou a ficar internado com sintomas graves da Covid-19 no último sábado,10. Ele deixou a UTI no início da tarde desta segunda-feira. O candidato, no entanto, ainda vai ficar internado, pois apresenta um quadro de comprometimento pulmonar e precisa de observação médica.

Na quarta-feira, 14, foi a vez de Gustavo Paim, de Porto Alegre, anunciar que teve resultado positivo. À tarde, porém, ele havia participado de caminhada e conversado com comerciantes.

Em São Luís, Rubens Pereira Júnior também informou ter sido infectado em 5 de outubro. No mesmo dia, em Fortaleza, José Sarto teve diagnóstico positivo poucos dias antes de o ex-deputado Ciro Gomes também anunciar contaminação com o vírus.

Em Manaus, Chico Preto e Romero Reis anunciaram terem contraído o coronavírus no começo de outubro. Aécio Rodrigues, que disputa a Prefeitura de Cuiabá, anunciou diagnóstico um dia antes da campanha, em 26 de setembro, dez dias após participar da convenção que ratificou a candidatura. No Rio, Clarissa Garotinho também divulgou resultado positivo nas redes sociais.

A covid-19 também já foi a causa de morte de postulantes à eleição país afora. Segundo apurou o UOL, pelo menos nove candidatos morreram pela doença. Ao todo, até a tarde de ontem, 15, o sistema de registro de candidaturas do TSE (Tribunal Superior Eleitoral) informava 29 mortos — sem informar as causas.

A última morte ocorreu ontem. A vítima foi o ex-vereador e candidato novamente ao cargo Coronel Rozendo, em Sorocaba, interior paulista. Ainda em São Paulo, o vereador e candidato à reeleição em Barretos Olímpio Jorge Naben morreu na noite de segunda-feira, 12. O radialista Rubinho Costa, candidato a vereador em Penápolis, também foi vítima do coronavírus no dia 5.

O pastor Damaceno Junior morreu no sábado (10) em Curitiba. Ele era candidato a vereador. Francisco Viana, candidato a vice-prefeito na cidade de Novo Gama (GO), morreu no dia 5. Já candidato a vereador por Mineiros, também em Goiás, César da Loteria morreu no dia 2.

Outra vítima foi o ex-prefeito em Ibema (PR) Aramitan Antônio Fortunato, que iria tentar a vaga novamente, mas morreu no dia 4, após mais de um mês internado. Olímpia Torres Fernandes Franco era candidata a vereadora em Ariquemes (RO) e morreu em 28 de setembro. Ainda no Norte, o vice-prefeito e candidato à reeleição em Barrolândia (TO), Odair Alves Machado, morreu pela doença no dia 23.

Fonte: Portal Makinof

Compartilhe!

Comment (1)

  • Délcio

    No caso de Florianópolis, o prefeito não respeitou as próprias regras sanitárias que baixou e acabou infectado pelo covid. Sair pelas ruas da cidade, apertando mãos e dando abraços é um péssimo exemplo para a população… resultado: os casos de covid estão se multiplicando em Florianópolis.

    16 de outubro de 2020 at 14:38

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.