CPI DOS RESPIRADORES – Nada bom para Moisés

CPI DOS RESPIRADORES – Nada bom para Moisés

O dia da CPI não poderia ter sido mais desastroso para o governo, pois, na abertura dos trabalhos, o deputado Ivan Naatz (PL), relator da CPI, afirmou que incluiria o governador Carlos Moisés com investigado.

Tudo porque a CPI teve acesso a um documento, ainda em andamento, onde a empresa catarinense Intelbrás comprou e pagou 100 respiradores por R$ 7 milhões, e, mesmo assim, o governo do Estado, no dia seguinte firmou o contrato, com dispensa de licitação, com a suspeita Veigamed. Ah, os respiradores adquiridos pela Intelbras ainda não chegaram e o governo só pagará depois da entrega. Daí!

Compartilhe!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.