Humilhação

Humilhação

Servidores públicos da administração direta do Estado se manifestam, indignados, com o corte do café determinado pelo governador Carlos Moisés.

Alguns levaram suas mágoas ao deputado estadual Ivan Naatz (PV), que foi à tribuna sugerir que sua excelência, se quer dar exemplo, só para ficar nas coisas mais miúdas, também corte os caros rótulos de vinhos que são servidos na Casa D’Agronômica.

Ou que reduza o número de jantares naquele endereço, se é que me entendes!!!

Compartilhe!

Comments (2)

  • Enor Vieira Jr

    Indignados com o corte do café? Mas como!!! Isso não é obrigação do Estado! Sou Servidor do TRT faz mais de 27 anos e não me recordo q o café em algum momento tenha sido pago pelo citado Órgão Público! Os Servidores sempre arcaram com esse “benefício”! Periodicamente recolhemos o dinheiro entre os colegas e compramos café e açúcar! Chega né!!!!!!!

    9 de fevereiro de 2019 at 16:06
  • Léo

    No INSS não tem café, recessos, atende das 07 às 19 horas, inclusive 4ª de cinzas, 24 e 31 de dezembro…

    11 de fevereiro de 2019 at 07:58

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.