Inicia oficialmente nesta quinta (15), a despoluição da Beira-mar Norte em Florianópolis

Inicia oficialmente nesta quinta (15), a despoluição da Beira-mar Norte em Florianópolis

O esperado projeto de balneabilidade da Beira-mar Norte de Florianópolis começa sair do papel nesta quinta-feira (15), com o lançamento oficial da obra do Projeto de Recuperação Ambiental de toda região insular que vai da Ponte Hercílio Luz até próximo à passarela do bairro Trindade. A expectativa é que para a temporada 18/19, a região já possa ser usada como balneário.

A solenidade oficial será às 9h30min, junto ao Bolsão da CASAN – Estação Elevatória localizada na avenida Beira-Mar Norte, sentido bairro-Centro, com a presença do governador, Eduardo Pinho Moreira, do prefeito da Capital, Gean Loureiro e do presidente da Casan, Valter José Gallina, que representarão os órgãos responsáveis pela obra.

O projeto prevê tratamento de esgoto com instalação da Unidade Complementar de Recuperação Ambiental (URA Beira-Mar) e sistema de bombeamento nas saídas de drenagem pluvial. O investimento será de R$ 17.039.000,00. O certame lançado no final do ano passado teve como vencedoras as empresas catarinenses FAST – Indústria e Comércio LTDA e CFO Construtora Fonseca e Oliveira Ltda. As duas empresas formaram um consórcio para tocar os serviços.

O estudo preliminar previa um investimento de em torno de R$ 24 milhões para o trabalho de despoluição da região, porém, no certame o valor ficou bem abaixo disso. O prefeito Gean Loureiro entende que os valores são justificáveis se comparado à ativação econômica e social pela qual passará a região.  “Imagine a cidade de Florianópolis de frente para o mar, imagine as obras arquitetônicas e sustentáveis que poderão ser feitas ali, imagine a marina que podemos implantar”, comentou o prefeito em 11 de outubro do ano passado, no lançamento do edital de licitação.

Apesar de somente agora ocorrer o lançamento oficial do empreendimento, os trabalhos no canteiro de obras, anexo da Estação da Casan, iniciaram dia 5 de março. Nesta data a construtora Fonseca e Oliveira – CFO, da Capital, integrante do consórcio, iniciou o levantamento do canteiro de obras, já que será responsável pela construção da parte física do sistema. Os equipamentos e toda a tecnologia de tratamento dos efluentes serão aplicados, pela outra empresa integrante do consórcio, a FAST Indústria e Comércio, do município de Capinzal.

ORGANIZAÇÃO PARA O EVENTO

A organização da solenidade desta quinta-feira informa a todos que desejarem acompanhar o evento que se organizem para chegar no local com alguns minutos antes para que possam estacionar de maneira tranquila nas proximidades, de modo a evitar transtornos ao tráfego no local. Há vagas de estacionamento na área de recuo junto ao próprio Bolsão da Casan, na área junto ao Trapiche(cerca de 500 metros à frente), na Área Azul do canteiro do lado oposto da Avenida Beira-Mar ou nas vias adjacentes.

Compartilhe!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.