Intermediário

Intermediário

A intenção dos irmãos Joesley e Wesley Batista de entregar ao Ministério Público informações sobre seu relacionamento com o BNDES deverá revelar pontos discutíveis nos negócios bilionários entre o banco e a JBS.

Nenhuma propina teria sido distribuída entre diretores do BNDES, mas deverão ser esclarecidas as contrapartidas cobradas dos irmãos pelo então ministro Guido Mantega, da Fazenda.

Compartilhe!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.