LEONARDO ALBINO – Personal Trainer – Correr descalço previne lesões? –

Existem muitas discussões sobre se correr descalço ajuda os corredores ou os prejudica. Um novo relatório sugere que as mulheres podem se beneficiar com a aplicação desse controverso método.

O estudo analisou a caminhada 23 mulheres corredoras não lesionadas. Mais especificamente, os pesquisadores queriam entender se a disfunção estrutural associada com a dor patelofemoral e a síndrome do trato iliotibial estavam presente quando as atletas estavam correndo descalço. Essas disfunções incluem adução excessiva do quadril, rotação interna do quadril e uma queda da pelve contralateral.

Os sujeitos da pesquisa foram instruídas para correr em uma velocidade especifica descalço e com tênis especifico para corrida enquanto a informação estrutural era coletada no primeiro contato com o pé e 10% após o primeiro contato.

Os pesquisadores reconheceram que os corredores descalços deram 6 passos a mais que os com tênis. Eles notaram que os corredores preferiam correr iniciando com a parte posterior do pé quando calçados e quando descalços iniciavam a corrida com a parte media do pé. Os pesquisadores também acharam uma melhora favorável em cada medida estrutural na corrida descalço.

Adução excessiva do quadril, rotação interna do quadril e uma queda da pelve contralateral estão associadas a lesões de joelhos em mulheres corredoras, correr descalço pode ter um grande potencial para a prevenção dessa disfunção e consequentemente na prevenção de lesões no joelho. Concluíram os pesquisadores.

É importante analisar que a ideia não é correr sempre descalço, se você correu a vida toda de tênis por favor não vá sair correndo descalço de uma hora pra outra. A ideia é dar mais estímulos sensórias para o pé, estes estímulos irão melhorar o seu padrão de corrida e sua postura.

Uma sugestão é começar a correr descalço na praia por pequenas distâncias e realizando exercício que estimulem a mobilidade e estabilidade do pé.

 

Adaptado do texto de Ryan Halvorson

Compartilhe!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.