Nuvens negras

Nuvens negras

A nova condenação de Lula no caso do sítio de Atibaia pode não ter impacto imediato, mas complica, juridicamente, a situação do ex-presidente.

E reforça o sentimento de dirigentes petistas de que a principal liderança do PT, com 73 anos de idade, não tem perspectiva de ganhar a liberdade tão cedo.

A decisão da juíza Gabriela Hardt, da 13ª Vara Criminal Federal de Curitiba, vai na linha de Sérgio Moro, hoje ministro da Justiça.

Se for confirmada em segunda instância, o ex-presidente terá uma pena total de 25 anos.

A perspectiva de progressão (depois de cumprido um sexto da sentença) fica para depois do cumprimento de quatro anos e um mês (maio de 2022).

Compartilhe!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.