Olho nos salários

Olho nos salários

O aumento dos salários dos ministros do Supremo é o prato do dia de uma nação com 13 milhões de desempregados.

Vale lembrar, contudo, que o governo Michel Temer, concedeu, em 2016, aumentos salariais aos servidores do Executivo até 2019.

Em 2002, os gastos com o pessoal consolidado (União, estados e municípios) foi de 13,35% do PIB. Em 2017 foi de 15,90% do PIB.

Crescimento real em relação ao PIB de 19,10% representando 49,20% da carga tributária de 2016 que foi de 32,38%.

Compartilhe!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.