Pitacos políticos

Pitacos políticos

Perfume
Quando o MDB sentou com o governador na semana passada, ficou evidente que os acenos estão sendo, mesmo, para cooptação. O partido, na pessoa de Paulo Eli, já comanda o Tesouro. Falta apenas as células políticas.

Certíssimo
Carlos Moisés age inteligentemente ao atrair o coletivo mais fácil para seu projeto. Foram eles, já pela manhã do 2º turno, que declararam apoio pleno à campanha do inquilino da d’Agronômica. Agora, aquietada a poeira, tem retorno.

Venha
A história do MDB, porta-voz pleno da democracia em tempos cinzentos, sensibiliza-se no encanto de Carlos Moisés, porque é assim que se faz política. Sem cargo, sem apoio. À medida que se tem idas e voltas de intenções, fechou.

Ascensorista
O MDB será aliado desde que o retorno for à altura da força do partido. Com sete votos, em terceiro dentro da disputa de 2018, quer dar respostas a prefeitos e vereadores, cabos eleitorais para 2020. Conforme for o tamanho, sobe ou desce.

Compartilhe!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.