Processo interno

Processo interno

Vale lembrar que em 2010, quando Michel Temer (MDB) foi candidato a vice na primeira eleição de Dilma Rousseff (PT), o atual governador fechou apoio a José Serra, também do PSDB.

Naquele ano, o próprio Temer, que era o presidente nacional do MDB, destituiu Moreira da presidência estadual, chamou o conselho do partido e abriu um processo de expulsão contra o catarinense, que só não saiu do MDB porque Luiz Henrique da Silveira, que era amigo pessoal de Michel Temer, entrou no circuito.

Agora, novamente Eduardo Moreira entra na mira da nacional. Está sujeito a novo processo interno.

Seu apoio a Alckmin já chegou aos ouvidos do senador Romero Jucá, presidente do diretório nacional do MDB. A conferir os desdobramentos.

Compartilhe!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.