SAÚDE – Assembleia decide futuro do Hospital de Caridade nesta quinta-feira

SAÚDE – Assembleia decide futuro do Hospital de Caridade nesta quinta-feira

Reunião avaliará propostas de investidores que desejam arrendar o espaço centenário em Florianópolis; dívida do hospital passa de R$ 119 milhões

Uma assembleia marcada para tarde desta quinta-feira (24) decide o futuro do IHC (Imperial Hospital de Caridade), em Florianópolis. Membros da Irmandade do Senhor dos Passos e funcionários se reúnem para decidir se aceitam ou não uma das propostas de investidores, que desejam arrendar o centenário espaço.

A instituição gasta mais do que recebe e tem um déficit médio mensal de R$ 6,5 milhões. Ao todo, a dívida passa de R$ 119 milhões. O encontro ocorre dentro do Iate Clube Veleiros, às 14h.

Assembleia nesta quinta-feira decide futuro do Hospital de Caridade. Foto: Flávio Tin/ND

De acordo com a médica Tânia Elena Carnieletto Nicolodi, que trabalha no hospital há cerca de dois meses, o Conselho Pleno da unidade avaliou três propostas de outorga e arrendamento do local. “Dentro destas três propostas, eles tiveram um indicativo, que será avaliado hoje”, antecipou.

Uma das propostas já foi aceita pelo Pleno, mas passará pelo crivo do grupo mesmo assim. Se a recomendação for aprovada, o hospital terá que criar uma comissão de transição, com membros do Corpo Clínico, Assistencial e Administrativo, bem como representantes do Pleno. Um cronograma com as próximas ações será discutido.

Os médicos que trabalham no local defendem a outorga.  Em uma carta enviada à imprensa, os profissionais afirmaram ser “indispensável adotar uma gestão profissional e em dia com a realidade que se impõe”.

O grupo quer ainda o fim de “qualquer entrave jurídico que impeça o processo de mudança para a nova gestão”. A categoria afirma que “não é mais possível esperar ou adiar a solução”.

Números mostram a situação financeira do Hospital de Caridade – Foto: Arte/ND

MPC já alertou para colapso

No início do mês, o MPC (Ministério Público de Contas) enviou um documento ao governo estadual pedindo que a SES (Secretaria de Estado de Saúde) avaliasse e planejasse o atendimento emergencial a pacientes de Covid-19 “em um cenário que contemple a descontinuidade da oferta de leitos por parte do IHC”.

Atualmente, 55 leitos da unidade de saúde são destinados ao atendimento de pacientes com coronavírus. Além disso, o hospital abriga 210 leitos, o que representa 13,91% do total de vagas públicas na região da Grande Florianópolis.

Compartilhe!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.