SAÚDE – Faça uma pausa para se proteger do diabetes tipo 2 – Leonardo Albino – Personal Trainer

Mulheres com risco de desenvolver diabetes tipo 2 podem ter uma solução
simples para melhorar sua saúde.

Um estudo da Universidade de Leicester em Leicester,
Inglaterra, diz que quebrar a rotina de atividade sedentária com períodos de movimento
ou em pé de 5 min regularmente tem sido associada a uma diminuição nos níveis de
açúcar e de insulina no sangue.

Publicado em Diabetes Care (2016; 39 [1], 130-38), o estudo incluiu 22
mulheres na pós-menopausa com sobrepeso ou obesas com cerca de 66 anos de idade e
que apresentavam riscos de desenvolver diabetes tipo 2.

No primeiro dia, as
participantes foram colocadas aleatoriamente em uma das três condições de tratamento:
1. período prolongado sentada de forma ininterrupta (7,5 horas); 2. período prolongado
sentada levantando e ficando pé durante 5 minutos a cada 30 minutos; ou 3. período
prolongado sentado e realizando uma caminhada por 5 minutos a cada 30 minutos.
Independentemente da condição do tratamento realizado no primeiro dia, todos os
participantes realizaram o protocolo de período prolongado no dia seguinte.

As
amostras de sangue foram coletadas antes e depois de cada uma das intervenções.Na análise dos dados, os autores verificaram que “em comparação com a sessão
em que ficavam sentadas de forma ininterrupta, aquelas que ficaram em pé
apresentaram uma redução no aumento da glicose pós-prandial em 34% (em
comparação com uma redução de 28% para aquelas que realizaram as caminhadas) e do
aumento na concentração de insulina pós-prandial em 20% (37% para caminhadas) no
dia da intervenção. ”
O que é ainda mais interessante é que os efeitos sobre os níveis de glicose
persistiram até o dia seguinte para os dois grupos de intervenção e o grupo de
caminhada também continuou a mostrar melhora nos níveis de insulina. Os
pesquisadores acreditam que esses dados podem ser úteis para motivar as pessoas
sedentárias, indivíduos com risco de se mover mais e melhorar a qualidade de saúde.
“Ficar na posição em pé habitual e realizar atividade física com baixa
intensidade são comportamentalmente mais fáceis de introduzir no dia-a-dia do que
uma atividade física moderada a vigorosa e pode, portanto, fornecer intervenções mais
atraentes na promoção da saúde metabólica”, concluíram os pesquisadores.
Referência IDEA Fitness Journal, Volume 13, Issue

Compartilhe!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.