SEGURANÇA – MPSC recomenda instalação de iluminação do novo acesso ao aeroporto em 30 dias

SEGURANÇA – MPSC recomenda instalação de iluminação do novo acesso ao aeroporto em 30 dias

Pedido antecede eventual ação judicial para obrigar Secretaria Estadual de Infraestrutura e Mobilidade a ajustar os itens de segurança!

O MPSC (Ministério Público de Santa Catarina) vai expedir nesta terça-feira (8) uma recomendação para a SIE (Secretaria Estadual de Infraestrutura e Mobilidade) para realização de ajustes na obra do novo acesso ao terminal de passageiros do Aeroporto Internacional Hercílio Luz.  De acordo com o titular da 30ª Promotoria de Justiça da Capital, Daniel Paladino, o pedido concede um prazo de 30 dias para realização dos ajustes, com destaque para a implantação de iluminação.

De acordo com Paladino, a recomendação antecede uma eventual ação judicial caso os ajustes não sejam feitos. O promotor destaca que já havia vistoriado a obra antes da liberação para o tráfego e constatado algumas adequações pendentes, mas que a colisão frontal registrada na última sexta-feira à noite apenas reforça a necessidade dos ajustes. “Do jeito que está não pode ficar. Daqui a pouco podemos ter outro acidente, até com vítima fatal”, afirma.

Paladino está ciente de que o prazo de conclusão de obra ficou para março de 2020, mas não descarta até a interdição de algum trecho do novo acesso se os ajustes não forem feitos. “As questões de segurança são prioritárias”, argumenta. Além da iluminação, a recomendação solicita a instalação de guard rails e de melhorias na sinalização vertical e horizontal.

“Já soube que instalaram alguns guard rails no final de semana. Se não houver a possibilidade de instalar os postes de iluminação em 30 dias, temos alternativas”, explica Paladino, citando os tachões reflexivos que são afixados na pista. Segundo o promotor, vistorias semanais serão programadas para acompanhamento dos ajustes. Além de representantes do MPSC e da SIE, as vistorias deverão ter a participação de integrantes do CREA (Conselho Regional de Engenharia e Arquitetura).

Ausência de guard rail no sentido Centro/Aeroporto. Foto: Flávio Tin/ND

A SIE pode atender as recomendações do MPSC, mas os motoristas só estarão totalmente seguros quando a obra for concluída, com duas pistas em ambos os sentidos. A pista simples no início do novo acesso é um dos três pontos críticos constatados pela reportagem do ND.

O primeiro ponto crítico é justamente no início do trecho em pista simples. O motorista que vem do bairro Carianos utiliza o desvio construído antes da liberação do elevado e precisa estar atento para negociar a entrada no acesso com o motorista que vem pelo elevado. Além disso, o trecho de pouco mais de 50 metros carece de uma sinalização indicativa de limite de velocidade.

Motorista que vem do bairro Carianos precisa negociar com motorista que desce o elevado. Foto: Flavio Tin/ND

O segundo ponto crítico é justamente o local do acidente registrado na última sexta-feira e antecede um pequeno “esse” no trajeto. No local, a sinalização aponta o limite de velocidade de 40 km/h, mas a maioria dos motoristas não respeita a indicação.

Um terceiro ponto crítico é a rótula que faz a ligação com a Rodovia Aparício Ramos Cordeiro, que liga ao bairro da Tapera. Ao contrário de outras rótulas, o motorista que faz o contorno é obrigado a dar a preferência para o veículo que trafega pela Rodovia Aparício Ramos Cordeiro, uma estrada de pista simples com acostamento. Na saída da rótula, uma placa indica a necessidade de dar preferência, mas mesmo assim, a negociação é complicada, porque muitos motoristas que vêm da Tapera precisam contornar a rótula para entrar no novo acesso em direção ao Centro. (Veja vídeo abaixo)

Outra situação verificada é a ausência de placas indicativas de limite de velocidade no trecho em pista dupla, após o trecho em pista simples, no sentido Centro/Aeroporto. Há apenas uma placa, que aponta o limite de 60 km/h, mas que não é obedecida pelos motoristas. Já no sentido Aeroporto/Centro, várias placas de limite de velocidade (60km/h e 40 km/h) foram instaladas, uma vez que a pista dupla afunila para pista simples em dois sentidos.

Ainda no sentido Centro/Aeroporto, também não há guard rail ao longo do trecho em pista dupla. Se algum veículo sair da pista, vai se deparar com uma vala de 2,5 metros de altura, que separa os dois sentidos do acesso. A proteção já existe no sentido Aeroporto/Centro. Outra situação que precisa ser concluída é o cercamento do acesso para evitar que animais cruzem a rodovia. A cerca foi instalada apenas até metade dos mais de dois quilômetros entre o bairro Carianos até a rótula de acesso a Rodovia Aparício Ramos Cordeiro.

Compartilhe!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.