STF, STJ e PGR estariam ficando borrados com receios da máfia no Brasil ?

STF, STJ e PGR estariam ficando borrados com receios da máfia no Brasil ?

Pressões certamente rondam prejudicando o combate a corrupção. PF e MPF combatem a corrupção, porém, STF, STJ e PGR colocam-se em suspeição de alianças com a máfia

Não é para menos. Afinal, um exemplo clássico desta suspeição de alianças com mafiosos partem por exemplo do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Gilmar Mendes que nas últimas três semanas revogou 21 prisões de corruptos e mafiosos envolvidos em roubalheira de centenas de milhões dos cofres públicos do país. Verdadeiras organizações criminosas que são presas após investigações profundas realizadas pela Polícia Federal juntamente com o Ministério Público Federal e que ao chegar no Supremo Tribunal Federal; Supremo Tribunal de Justiça e até na Procuradoria Geral da República; acabam encontrando supostos aliados que prolongam e retardam decisões a fim de somente facilitar com que estas quadrilhas envolvendo dentro e fora do meio político nacional; continuem saqueando os cofres públicos deste país.

Estariam dentro do STF; STJ e da PGR alguém borrados diante destas supostas ações e de pressão da máfia ou haveriam outras eminentes ações envolvendo supostos pagamentos bilionários para evitar prisões de corruptos com alto poder financeiro, político e jurídico deste país ? Fica a indagação para que a sociedade brasileira comece a analisar os motivos de tamanhos entraves para colocar maior número de mafiosos na cadeia no Brasil.

Agora, nesta semana, na segunda-feira (11) o ministro do STF Edson Fachin enviou a Procuradoria Geral da República (PGR), pedido de liberdade apresentada pela defesa do ex-presidente da República Luis Inácio Lula da Silva (PT), preso por corrupção; lavagem de dinheiro e organização criminosa; para que a PGR analise e devolva ao STF para que o ministro Edson Fachin possa então manifestar-se sobre o assunto.Daqui a pouco vão soltar o Eduardo Cunha (MDB); Sérgio Cabral (MDB), o Lula (PT) e não prender mais nenhum mafioso e corrupto e por cima dar condições para que mafiosos possam ainda vir disputar as eleições de outubro deste ano.

Convenhamos: aí já é demais. Aliás: como diz uma velho ditado popular: ” ´É o fim da picada (sic).” O Brasil realmente é uma “piada”, com a dimensão da roubalheira de centenas de bilhões ao longo de pelo menos os últimos 30 e 40 anos que dá dimensão do que se poderia realizar no Brasil nas áreas da Saúde; Educação; Segurança Pública; Desenvolvimento Social e Econômico; Infra – estruturas viárias, portuárias e rodoviárias, dentre outras áreas como da Cultura; Agricultura; Esporte e Lazer, Turismo, etc.

Mas, quadrilhas dentro e fora do meio político partidário agem de forma escrupulosas como mostram inúmeras investigações da PF e do MPF até agora realizadas no Brasil. Mas, o povo brasileiro certamente mais cedo ou mais tarde irá cobrar esta conta, seja de uma maneira ou de outras, a história e o tempo darão respostas. Dois caminhos para solucionar este agravamento do Brasil: Punição rigorosa e com mudanças profundas das leis ; investimentos amplos na Educação.

Compartilhe!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.