Você sabe buscar informação confiável na internet?

Em maio deste ano, a Organização para Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE) apresentou o relatório “Leitores do Século 21 – Desenvolvendo Habilidades de Alfabetização em um Mundo Digital” e desde então, várias discussões têm surgido no cenário educacional a respeito deste documento.

O relatório mostra as habilidades de interpretação de texto dos estudantes de 15 anos avaliados no Pisa, exame internacional aplicado pela OCDE em 2018 (fizeram a avaliação estudantes de 79 países ou territórios, incluindo o Brasil). O documento aponta que, em nosso país, de 10.961 estudantes que realizaram a prova, apenas um terço (33%) foi capaz de distinguir fatos de opiniões em uma das perguntas aplicadas no Pisa. Inclusive, o INEP já havia mencionado o baixo desempenho escolar em leitura, matemática e ciências no resultado desta prova.

Os resultados do relatório também mostram que, apesar da crescente familiaridade com as tecnologias, os jovens não possuem as habilidades necessárias em utilizar as tecnologias para obter informações confiáveis ou para realizar pesquisas escolares a partir de fontes confiáveis. Explorar os recursos tecnológicos para alcançar informações e conhecimentos disponíveis da cultura digital requer compromisso com a educação. E essa tarefa não diz respeito somente às instituições educacionais. Você confere notícias recebidas nas redes sociais? Você questiona a veracidade das informações que chegam até você? Pense nisso!

Portanto, ao nos depararmos com informações recebidas nas redes sociais, notícias compartilhadas nos mais diversos veículos que circulam na internet, nos cabe minimamente averiguar, checar os fatos antes de basear nossas opiniões a respeito. Significa questionar e investigar as fontes de informação: quem escreveu isto? Quem fez este vídeo? É de uma fonte confiável? Faz sentido? Outros veículos circularam tal fato ou notícia? Tudo isso cabe ao currículo escolar, mas cabe também ao bom senso cotidiano: investigar as fontes antes de replicar ou de assumir como verdade se torna um compromisso social.

Compartilhe!

Comment (1)

  • André

    É verdade. E confesso que não é uma tarefa fácil, visto a quantidade de informações que recebemos diariamente e por muitos canais.

    7 de setembro de 2021 at 19:03

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.